Crowdfunding: vá além do financiamento (parte 2)

mosh no crowdfunding

Dar um mosh é tipo crowdfunding

Vai realizar seu projeto com ajuda do crowdfunding e está apostando na sua rede de conhecidos, certo? Certo, mas é preciso ir além. Esquece sua rede mais próxima e foca em explicar o porquê do seu projeto numa plataforma de crowdfunding foi a bola levantada no post anterior e isso gerou dúvidas. Realmente foi polêmico, porém necessário. A mensagem é: conte com os conhecidos, mas não jogue toda a energia nisso. É mais importante comunicar bem o porquê você quer realizar sua ideia/projeto. De lambuja você ainda leva 3 dicas para aproveitar o poder da multidão

É natural que os primeiros procurados e convocados para ajudar são os que estão mais próximos, e isso deve mesmo ser feito. Inclusive, uma das estratégias para estimular a arrecadação nos primeiros dias é já ter de cara a doação dessa rede de amigos e familiares. Não é fácil ou comum ver alguém contribuindo para um projeto que está há duas semanas em campanha sem nenhuma arrecadação. Em alguns casos, os próprios autores é que colocam os primeiros R$100 para estimular contribuições.

Vamos admitir que seus familiares e amigos próximos sabem o que você está fazendo e que se eles puderem ajudar, vão ajudar mesmo sem campanha de crowdfunding, certo? Eles te conhecem e sabem porque você faz o que faz. Mas quando você abre a realização e a aprovação para uma plataforma de crowdfunding, muitas pessoas podem passar a se identificar com sua causa, e isso é positivo. É preciso saber aproveitar melhor essa força e amplitude que se pode alcançar com crowdfunding. No TED tem uma palestra ótima sobre porque a sua real motivação é importante. Dá uma olhada no final do post 🙂

Para que o crowd prevaleça ao funding siga essas três dicas básicas

  • Encontre o MVP do seu projeto. O mínimo produto viável é um termo muito usado por empresas que estão começando, especialmente as de tecnologia como as startups. Esse MVP nada mais é que o mínimo que você precisa fazer para entregar valor. No caso de projetos, diria que não adianta querer fazer uma coisa mega ultra grande, um livro, uma plataforma, um documentário e uma mostra de arte em 5 cidades. Se você precisa que tudo seja feito, faz uma coisa de cada vez e divide em 20 campanhas diferentes.
  • Encontre o mínimo (mínimo mesmo) necessário de dinheiro para que o projeto aconteça. Parceiros, parceiros, parceiros. Especialmente na hora de entregar as recompensas. Corte os custos ao máximo, e facilita o financiamento. Você sempre pode arrecadar a mais, e com esse extra você paga quem tiver que pagar. Assim todos se empenham mais na divulgação.
  • Peça ajuda! Se você seguir `a risca as primeiras duas dicas, vai acabar precisando de ajuda, e isso é bom. Aproveita o vídeo e o texto para convocar a galera. Parece bobo, mas se você precisa de um fusca rosa com amarelo e bolinhas azuis no seu curta-metragem, e não encontrou ainda, aproveita que vai ter um monte de gente vendo seu projeto e pergunte quem sabe onde achar.

No outro post falei da campanha do Repolítica. Conseguiram financiar o projeto no Catarse, e ainda conseguiram reduzir o custo inicial! Parabéns, meninos. O caminho agora é criar uma rede de colaboradores que vai ajudar além do funding. Bacana, não? Já estou aguardando a minha recompensa 😀

E agora o vídeo que prometi:

Anúncios

5 pensamentos sobre “Crowdfunding: vá além do financiamento (parte 2)

  1. Eu estava aguardando este post porque tenho um projeto entrando na reta final no Catarse. Eu segui as recomendações ,assisti este vídeo pra me inspirar e mãos a obra.O que não consegui foi divulgar fora da minha rede de relacionamento.Sou sozinha no projeto e estou avançando mas não tão depressa.Te convido a conhecer” Essa moça faz o que melhor faria” no Catarse e por que não uma avaliação?Obrigada!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s